Siga por Email

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

O peso do fardo.







Esses dias vi uma imagem muito interessante e seria até cômica se não fosse triste... Era a imagem de um animal; um burrico que fora levantado ao ar pelo peso de uma carroça abarrotada de carga a qual ele puxava. Colocaram tanto peso na carroça que em dado momento, o peso superou ao do próprio animal e o mesmo foi levantado pela carga, agitando as pernas ao ar! Que susto deve ter levado o burrico!
Não sei o que aconteceu depois, mas bem provavelmente o dono do animal quando viu que o bichinho não conseguiria puxar todo aquele peso, deve ter aliviado a carga para que pudessem seguir viagem, pois o bicho com as quatro pernas ao ar seria inútil e não poderia caminhar transportando suas mercadorias.

De igual forma nós seres humanos, com nossas cargas acima de nossos limites; do peso que não podemos suportar, também somos inadequados para caminhar.
Quem de nós pode suportar carregar o dobro de nosso peso físico por 20 metros que sejam?
Como poderemos nos livrar do fardo colocado em nossos ombros, contando apenas com nossa vontade?

Quem de nós tem idéia do que seja um promissor futuro vivificante que nos aguarda sem cargas opressoras, se não temos ou não entendemos a graça de Deus para revelação espiritual da libertação que há em Cristo?

Mat. 23.2 "Na cadeira de Moisés se assentam os escribas e fariseus.
3 Portanto, tudo o que vos disserem, isso fazei e observai; mas não façais conforme as suas obras; porque dizem e não praticam.
4 Pois atam fardos pesados e difíceis de suportar, e os põem aos ombros dos homens; mas eles mesmos nem com o dedo querem movê-los."

Infelizmente muitos de nós estamos com fardos pesados demais para transportarmos.
Fardos esses que muitas vezes homens ditos “santos” e a religiosidade que muitas de nossas instituições eclesiásticas, denominacionais, nos colocaram sem que ao menos pudéssemos nos dar conta do que estava acontecendo... De repente, chega a noite e estamos exaustos da nossa caminhada ainda por terminar porque nosso fardo nos atrasou na jornada.
Estamos cansados, estamos exaustos, fatigados, nossas pernas e membros pesam toneladas e ainda não encontramos o descanso espiritual que tanto necessitamos.

E o pior ainda está por vir pois depois de um certo tempo puxando tanta carga, "nossos senhores" exageram e colocam mais peso em nossa carroça até que ela torna se um veículo desbalanceado e nossas pernas não alcançam o chão devido ao peso excessivo que nos lança ao ar, assim como aquele burrico...

Nesse momento não conseguimos mais caminhar e não conseguiremos enquanto não aliviarem nosso peso. Gritamos por socorro, balançamos nossas pernas, não podemos mais andar. Triste servidão!

O fardo de nossas "obrigações espirituais", obrigações essas que nos impuseram, está nos paralisando; não conseguimos mais andar, estamos sufocando; não conseguimos respirar, andar e aproveitar o verdejante pasto que nos aguarda.

Algumas pessoas ou lideres tem lhe dito: “ Você tem que fazer isso, aquilo e aquilo outro para que encontre a salvação!”
Ou ainda: “Se você não fizer isso ou aquilo no final você não será salvo!”
E para concluir e acabar de vez com suas esperanças, não raramente lhe dizem: “Seus problemas pessoais, financeiros, familiares e de saúde são frutos de suas atitudes pecaminosas.”

Eu quero te perguntar:

-O seu fardo é muito pesado?
-Você está realmente cansado?
-Se já não bastassem os problemas naturais de sua vida; pessoas tem lhe colocado fardos impossíveis de serem transportados?

Se esse é seu caso não se desespere, eu penso que existe uma saída para todos nós que somos atribulados pela vida e por "senhores"que atrelam pesos de toda sorte em nossas costas:

“Vinde a mim vos que estais cansados e sobrecarregados eu vos aliviarei , tomai sobre vós o meu jugo porque meu é suave e meu fardo é leve.”

Eis o convite especial e irrecusável, e eis o Senhor que retira o peso de suas costas seja ele qual for; criado pelo homem ou não.
O peso daquele pecado já foi removido, aquela culpa que não te deixam esquecer já foi perdoada. Aquele problema que não se soluciona mesmo depois de você ter se arrependido e confessado; e mesmo assim ainda lhe dizem que você terá de fazer certas coisas e cumprir certos requisitos para alcançar a misericórdia de Deus, esse problema Jesus também pode tomar o controle.

O jugo de Jesus é leve e seu convite é para que você possa depositar nEle a culpa de seu pecado, que você possa encontrar nEle descanso para sua alma, para que você possa tomar nEle a posse da vida eterna.

Não perca essa oportunidade, não se deixe enganar pelo "anti-evangelho", aceite já o convite e a Graça de Jesus, e principalmente não se preocupe de onde você tirará força para resistir e conseguir levar adiante as mudanças em sua vida, pois essa força virá única e exclusivamente dEle, basta você aceita-la, é de graça, não paga nada!

Que Deus abençoe a todos nós e não permita que fiquemos cegos por nosso falso entendimento!

Começando...




Começar ou recomeçar qualquer coisa muitas vezes pode ser uma tarefa difícil...
Isso ocorre geralmente devido ao medo das incertezas que nos aguardam no caminho a ser trilhado.

Nossa insegurança diante do desconhecido e nossa muitas vezes fraca fé, tornam se quase que montanhas intransponíveis entre nós e nosso objetivo; obstáculos difíceis de serem superados ao desafio de fazer alguma coisa nova, diferente, ou apenas de fazermos alguma coisa, ou seja, sairmos da inércia.

Porém quero dizer aqui que tenho aprendido que basta dar o primeiro passo para começar a jornada, entretanto não sou tão confiante a ponto de dizer que não surgiram obstáculos a serem superados para que eu possa colocar aqui meus pensamentos mas tenho também que dizer que tenho uma “fé atômica” (do tamanho de um átomo, rs) e com isso quero acreditar que com a Graça de Deus usarei este espaço de modo útil onde pretendo e espero falar do Evangelho; de amor, graça e vida.

E para concluir, fazendo valer o clichê: Se pelo menos alguém; uma pessoa se sentir confortado com minhas palavras, já terá valido a pena!

De antemão; um abraço e um beijo carinhoso a todos os que me visitarem e que Deus abençoe todos nós!

Nelson Filho